Blog não oficial

1.05.2012

Primavera

A poucos dias de terminar um ano em cheio de 2011 os The Gift anunciam um novo disco. O disco chama-se Primavera e sairá no dia 9 de Janeiro de 2012. Um disco novo, doze temas. Foi na sua grande maioria gravado em dez dias no Centro Cultural de Belém. Um disco que abre caminho para uma grande digressão Ibérica para estes meses de Janeiro e Fevereiro onde apresentarão em duas partes distintas canções de Explode e deste novo disco/registo Primavera.



“Pegar nas melodias que há muito existiam mas que o tempo ou a ausência de tempo as fizeram esperar. Onde colocaria eu o medo de as gravar. O medo antigo de gravar. E o receio da incompreensão. E o medo da pressão. E os medos cresceram. E os medos perderam-se. Perderam-se porque a força que o piano me transmitia, cada vez que o ouvia, acabava com todos os receios, com todas as ausências de cor. A força das duas mãos e do som que elas produzem sobrepunha-se a essa ausência. Primavera sempre foi o nome que unificava as melodias. Primavera sempre aqui esteve. Sobreviveu às noites de chuva, aos dias de calor, às folhas caídas, às folhas em branco, às noites de explosão de cor, aos concertos ao ar livre e aqueles dentro de portas. Sobreviveu.
Nuno Gonçalves

“Primavera vive do detalhe, do momento em que se diz para parar porque o que temos já chega e já nos enche por completo. É uma Primavera que transforma em música toda a vida que nos rodeia e transporta para a ponta dos dedos sentimentos que não se podem explicar mas apenas ouvir.”
Miguel Ribeiro

“Primavera é uma das palavras em português que mais gosto. Um dia disse ao Nuno que o nosso disco Explode se deveria chamar Primavera, mas ele sabia que a visão dele para "Primavera" era diferente da minha e ele tinha razão.
John Gonçalves

“A cor, tanta cor, tanta luz. Durante algum tempo temi que não houvesse espaço para a ausência de luz, para o negro, que tantas vezes acerca o nosso sentir, que não tem que ser triste, mas sim a mistura de todas as cores, aquela que absorve todos os raios luminosos, mas que não reflecte nenhum. Que concentra todos os nossos sentimentos, os mais íntimos, os mais belos."
Sónia Tavares

1 comentário:

Fabiana disse...

Como sempre, a banda surpreende pela positiva, saí de Portugal em 2010 e aí vivi desde 97, portanto vos acompanho de "perto" com muito respeito e admiração.
Apaixonei-me pelo Cd assim que ouvi na net.
Na passada quinta feira assisit ao vosso concerto em Ribeirão Preto e levei finalmente o CD para casa.
Indelével, marcante, poderoso como é poderosa a voz inigualável da Sónia. Enfim, outra obra prima. sucesso sempre!